Pertencimento é o encontro do meu desejo de estar com o seu desejo de que eu esteja.

Experimentamos pertencimento quando nos sentimos conectados a algo maior que nós, e sentimos que nossa presença importa nesse coletivo. Quando não há pertencimento, nos sentimos à margem, excluídos e tendemos a nos isolar ainda mais. Pertencimento é o oposto de solidão.


Pertencimento é uma das necessidades mais básicas de qualquer ser humano, e infelizmente é também uma das mais difíceis de experienciar.


Precisamos tanto de pertencimento que, frequentemente, na tentativa de pertencer a um grupo, entramos em conformidade. Conformidade social é um típico comportamento humano. Como indivíduos sociais imitamos o comportamento dos outros a tal ponto, que muitas vezes abrimos mão das nossas opiniões e de quem somos para seguir o grupo.


Mas pertencer é na realidade o oposto de se encaixar.

“Pertencimento real não requer que você mude quem é. Requer que você seja quem é.” Brené Brown



Pertencer X Encaixar

A pesquisadora Brené Brown faz uma diferenciação importante entre pertencer e se encaixar. (Trechos retirados do livro Atlas of The Heart)


Pertencer é estar em um lugar onde você quer estar, e querem que você esteja. Se encaixar é estar em um lugar onde você quer estar, mas de alguma forma eles não se importam com você.


Pertencer é ser aceito por ser quem você é. Se encaixar é ser aceito por ser como todos os outros.


Se eu posso ser quem eu sou, eu pertenço. Se eu preciso ser como você, eu me encaixo.


Pertencimento gera comprometimento Quando sentimos que quem nós somos importa, a gente se compromete. Para votar, para ajudar a pintar uma parede, para ajudar nossos amigos, para ser companhia uns para os outros, para sermos ativos socialmente, para divulgar uma ideia.


Se queremos pessoas cuidando umas das outras, do espaço que dividem, do planeta - precisamos promover pertencimento.


E como gerar pertencimento? (Trechos inspirados no livro Community do autor Peter Block) Pertencimento é escolha - individual e coletiva. Porque pertencimento significa invariavelmente se sentir parte responsável, eu preciso escolher pertencer. Quanto mais eu nutro esses espaços e relações que escolhi pertencer, mais pertencente me sinto.


Mas o pertencimento também nasce no container do coletivo. Se a comunidade não oferece as condições para que o indivíduo possa pertencer, ele não vai sentir que há espaço para sua nutrição. Sem a conexão de uma comunidade, continuamos escolhendo não pertencer.


Algumas pessoas têm uma natureza receptiva e acolhedora, e são excelentes facilitadores de pertencimento. Mas não podemos deixar ao acaso algo tão importante para nós e para nossas comunidades.


E para te mostrar que pertencimento pode ser gerado em pequenas ações simples e intencionais, selecionamos um ritual simples que você pode incorporar no seu dia a dia.


Pesquisa (o que embasa a missão de hoje): Uma pesquisa do Center for Talent Innovation constatou que pessoas que se sentem pertencentes ao ambiente de trabalho são 3,5 vezes mais propensas a contribuir com todo seu potencial. Um dos fatores mais importantes para o sentimento de pertencimento é o quanto sentem que seus colegas se comunicam e se importam com eles, tanto pessoal quanto profissionalmente. Dentre os fatores que influenciam o pertencimento, 39% dos entrevistados responderam que uma checagem como perguntas simples de “como você está?” ou “como posso ajudá-lo” elevaram significativamente o senso de pertencimento. [Fonte: Center for Talent Innovation]


Missão do dia: Ritual de Checagem

Tempo: 15 minutos

Objetivo: Aumentar o senso de pertencimento das pessoas à comunidade através de “micro momentos” de conexão intencional (momentos que comunicam que as pessoas são consideradas e valorizadas).


Passo a passo:

  • Escolha de 1 a 5 pessoas da sua comunidade

  • Compartilhe com essa(s) pessoa(s) o objetivo da prática (explicitado acima) e pergunte se ela aceita esse convite (quando você não compartilha a intenção e parte direto para a ação, o ritual sofre esvaziamento, e a pessoa pode não se engajar por falta de informação)

  • Entenda qual o melhor formato para vocês (áudios, texto, ligação) e escolha um dia da semana para a prática (por exemplo, toda segunda-feira).

  • No dia combinado, envie uma mensagem relembrando a intenção do ritual e com algumas perguntas de conexão. Olá, passando aqui para nosso ritual de conexão semanal. Como foi a sua semana? Como você está se sentindo? (de verdade) Como eu posso apoiá-lo?

  • Vocês podem criar mais 1 ou 2 perguntas complementares, de acordo com o contexto de vocês.

  • Separe pelo menos 15 minutos da sua semana para esse momento e esteja 100% presente.

Dica: realize esse ritual por algumas semanas para sentir os efeitos. Caso você seja líder de uma empresa ou gestor de uma comunidade, pode usar essa estratégia como forma de ampliar o pertencimento das pessoas dentro desse espaço comum.